Laje Alveolar - Prós e Contras

A utilização dessa tecnologia fora do Brasil, por exemplo, nos Estados Unidos, já chegam à cerca de 50% das lajes de concreto utilizadas na construção civil.
Cada vez mais comum, as lajes alveolares estão presentes em os mais diversos tipos de construções.

Quando vamos observar os pontos positivos para a utilização da laje alveolar, não podemos esquecer de que se trata de um produto industrializado, ou seja, passa por um rigoroso processo de fabricação e controle de qualidade. Além disso, devido à padronização que vem do processo industrial, as lajes eliminam as possibilidades de improvisos, visto que já saem nas dimensões adequadas e com os possívies cortes.

Devido a utilização dos alvéolos longitudinais, a laje tem peso reduzido e além disso ela elimina a utilização do cimbramento, com isso, gerando uma redução de custos. Importante, ainda, destacar que, por se tratar de um único elemento, que chega pronto pra utilização na obra, a laje alveolar apresenta um transporte e um armazenamento simplificado, não ocupado muito espaço no canteiro. A exclusão das formas, vigotas, enchimentos e armação também permitem a economia na hora da construção.

Apesar da simplificação, o transporte da laje exige cuidado especial e muitas vezes um guindaste se faz necessária. Isso devido ao peso e tamanho da estrutura pré-moldada. Como desvantagens, temos ainda a inflexibilidade da laje, que não permite ser utilizada em alguns tipos de obra.

Esperamos que esse artigo tenha permitido conhecer um pouco mais sobre os detalhes da laje alveolar na hora da construção.

Comente

Deixe seu comentário